Segurança

A segurança presente no ambiente laboratorial

Toda atividade profissional, por mais inofensiva que pareça, pode trazer riscos à saúde e à integridade daqueles que a desempenham. É o caso, por exemplo, de quem atua em laboratórios: sejam eles de análises clínicas, de testes ou de qualquer outro tipo, acidentes podem acontecer em suas dependências.

A boa notícia é que preveni-los é muito mais simples do que boa parte das pessoas imagina: existem algumas boas práticas adotadas de forma muito disseminada por esses estabelecimentos justamente por conta de seu potencial para evitar acidentes.

Quer saber mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas para manter a segurança nos ambientes laboratoriais, garantindo empregados mais satisfeitos e uma rotina de trabalho mais eficiente:

  1. Use todos os EPIs necessários

De acordo com a legislação trabalhista brasileira, cabe ao empregador fornecer todos os equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários às atividades de seus funcionários. O ramo dos laboratórios não é exceção, exigindo o uso de itens como:

  • Bota pvc branca;
  • Jalecos, de preferência brancos;
  • Luvas;
  • Óculos de proteção.

A ideia por trás do seu uso é fazer com que toda a equipe fique protegida de eventuais imprevistos causados pelos químicos manipulados no local – que, muitas vezes, podem ser corrosivos e perigosos.

No entanto, também é preciso considerar que, além desses itens básicos, recomenda-se tomar outras atitudes durante a rotina de trabalho em um laboratório.

O uso da mascara, por exemplo, é importante tanto para evitar contaminações nos reagentes quanto intoxicações em quem os manipula.

Da mesma maneira, recomenda-se que os profissionais que tenham cabelos compridos mantenham-os presos durante todo o seu turno de trabalho, e que suas unhas sejam mantidas curtas.

Além disso, é importante que os funcionários contem com itens que os protejam e auxiliem caso seja necessário realizar a evacuação do espaço.

É preciso, por exemplo, que as saídas de emergência estejam devidamente sinalizadas e que cada profissional conte com uma máscara de fuga para deixar o recinto sem ser contaminado por eventuais gases que possam estar presentes dentro dele.

  1. Cuidado com os recipientes

A rotina de trabalho no ambiente laboratorial requer o uso de diversos acessórios e equipamentos.

Entre os materiais de laboratorio usados pelos profissionais da área, estão as chamadas vidrarias: trata-se de pequenos recipientes que têm a função de acomodar reagentes e outras substâncias, facilitando sua manipulação e tornando-a mais segura.

Por mais que eles facilitem a realização das tarefas, também é preciso ter em mente que tais objetos requerem alguns cuidados.

O principal deles é com a higienização, que deve ser de alto padrão para evitar contaminações, e, consequentemente, a ocorrência de imprevistos durante a realização de reações químicas.

Da mesma maneira, especialistas recomendam que toda e qualquer vidraria que tenha alguma substância dentro dela seja identificada, seja por meio de uma anotação em sua superfície ou pela fixação de uma etiqueta. Deste modo, evita-se a manipulação incorreta de substâncias potencialmente perigosas.

  1. Seja rigoroso com a limpeza

Alguns estabelecimentos têm que seguir um padrão de higiene muito mais rígido que os demais. Os laboratórios se enquadram nisso: qualquer problema na limpeza pode causar contaminações, e, consequentemente, prejudicar a confiabilidade dos procedimentos ali realizados.

Da mesma forma, isso pode causar acidentes por conta do contato de substâncias com os resíduos de outras.

Felizmente, a solução para isso é simples: basta criar um cronograma de higienização – e segui-lo.

É possível, por exemplo, reservar um dia para limpar o misturador para laboratorio, outro para o piso e, ainda, mais um para fazer uma limpeza mais aprofundada das vidrarias. Assim, todo o espaço estará em ordem, o que, por sua vez, melhorará a produtividade do estabelecimento.

  1. Oriente os funcionários adequadamente

Por mais que os proprietários de um laboratório tomem todas as medidas necessárias para torná-lo um lugar seguro para a sua equipe, isso não adiantará nada se os funcionários não forem devidamente instruídos a respeito das boas práticas necessárias para reduzir as chances de emergências e, caso elas ocorram de qualquer maneira, lidar com elas.

Assim, é fundamental investir em treinamentos para todos os empregados, de modo que eles saibam como proteger a si mesmos e a seus colegas.

Também é possível investir em prêmios, como bônus financeiros, para equipes que baterem metas de limpeza, organização e produtividade, já que esse é um bom estímulo para que todos sigam as boas práticas do setor, como o. uso da botina e de outros equipamentos de segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *