EquipamentosManutençãoSegurança

As 7 regras de segurança para laboratórios

O laboratório de ciências é um local inerentemente perigoso, com riscos de incêndio, produtos químicos perigosos e procedimentos arriscados.

Independentemente desse cenário, ninguém quer ter um acidente nos laboratórios, por isso é imperativo seguir as regras de segurança do trabalho no laboratório. Confira nos tópicos a seguir algumas delas.

1) A regra de segurança mais importante

Seja ouvindo seu instrutor ou supervisor de laboratório ou seguindo um procedimento em um livro, é essencial ouvir, prestar atenção e estar familiarizado com todas as etapas, do início ao fim, antes de começar qualquer procedimento.

Se você não tiver certeza sobre algum ponto ou tiver dúvidas, peça a ele que responda antes de começar, mesmo que seja uma questão sobre um passo mais adiante no protocolo.

Ou seja, saiba como usar todo o equipamento do laboratório antes de começar.

Por que essa é a regra mais importante? Porque se você não seguir é possível:

  • Colocar em perigo a si mesmo e aos outros no laboratório;
  • Poderá facilmente arruinar sua experiência;
  • Coloca o laboratório em risco de acidente;
  • Pode danificar o equipamento e prejudicar as pessoas;
  • Você pode ser suspenso (estudante) ou demitido (se for um pesquisador).

2) Conheça a localização do equipamento de segurança

No caso de algo dar errado, é importante saber a localização do equipamento de segurança, que também deve estar indicado por sinalização de segurança, e como usá-lo.

Nesse cenário, é uma boa ideia verificar periodicamente o equipamento para verificar se ele está funcionando corretamente. Por exemplo, a água realmente sai do chuveiro de segurança? A água na lavagem dos olhos parece limpa?

Não tem certeza de onde o equipamento de segurança está localizado? Analise os sinais de segurança do laboratório e procure-os antes de iniciar uma experiência.

3) Vista-se adequadamente

Esta é uma regra de segurança porque a sua roupa é uma das suas melhores formas de proteção contra um acidente.

Para qualquer laboratório de ciências, use sapatos cobertos, calças compridas e mantenha o cabelo erguido para que não caia no seu experimento ou em uma chama.

Certifique-se de usar equipamentos de proteção, conforme necessário. Noções básicas incluem um jaleco 100% feito de algodão, como um abadá feminino, e óculos de segurança.

Você também pode precisar de luvas, proteção auditiva e outros itens, dependendo da natureza do experimento.

4) Não coma ou beba no laboratório

Leve seus lanches para o refeitório e não para o laboratório. Não coma ou beba no laboratório de ciências. Não armazene seus alimentos ou bebidas no mesmo refrigerador que contém experimentos, produtos químicos ou culturas.

Há muito risco de contaminar sua comida. Você pode tocá-la com uma mão coberta com produtos químicos ou patógenos ou colocá-la em uma bancada de laboratório que tenha resíduos de experimentos anteriores.

Ter bebidas no laboratório também pode causar riscos. Isso porque alguém pode derramar uma bebida em sua pesquisa ou no caderno de laboratório.

Se você está acostumado a beber líquidos no laboratório, pode acidentalmente alcançar e beber o líquido errado. Isso é especialmente verdadeiro se você não rotulou seu material de vidro ou usou objetos de laboratório.

5) Não prove ou cheire produtos químicos

Não apenas você não deve levar alimentos ou bebidas, mas também não deve provar ou cheirar produtos químicos ou culturas biológicas no laboratório. Degustar ou cheirar alguns produtos químicos pode ser perigoso ou mesmo mortal.

A melhor maneira de saber o que está em um recipiente é rotulá-lo da melhor maneira possível, portanto, crie o hábito de criar um rótulo para o material de vidro antes de adicionar o produto químico. Procure por empresas de etiquetas personalizadas e estrategias de marketing para fazer isso por você.

6) Seja responsável

Outra regra importante de segurança é agir com responsabilidade no laboratório — não jogue no celular enquanto mistura aleatoriamente produtos químicos para ver o que acontece. O resultado pode ser uma explosão, incêndio ou liberação de gases tóxicos.

Da mesma forma, o laboratório não é lugar para brincadeiras. Você poderia quebrar material de vidro, incomodar os outros e potencialmente causar um acidente.

7) Descarte o lixo do laboratório adequadamente

A maioria dos laboratórios tem dedicado recipientes de resíduos para materiais cortantes, resíduos com risco biológico, resíduos radioativos e produtos químicos orgânicos.

Uma importante regra segura é saber o que fazer com o seu experimento quando ele acabar. Ou seja, antes de iniciar um experimento, você deve saber o que fazer no final. Não deixe sua bagunça para a próxima pessoa limpar.

Os produtos químicos são seguros para despejar no ralo? Se não, o que você faz com eles? Se você tem culturas biológicas, é seguro limpar com água e sabão ou precisa de uma autoclave para matar organismos perigosos? Você quebrou vidro ou agulhas e precisa usa uma luva antiestática esd? Conheça o protocolo para descartá-los corretamente.

Para além dos cuidados, é de suma importância contar com materiais esterilizados e que dificultem a propagação de micro-organismos ou mesmo do fogo.

Nesse contexto, para garantir a limpeza adequada das bancadas e dos materiais que serão utilizados em seu laboratório pode ser interessante contar com um álcool isopropílico 1000ml que manterá a área limpa e não mudará as características do materiais estudados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *