EmpreendedorismoEquipamentosProdutosServiços

Cafeterias: os detalhes de administração e melhoria

Uma parada para tomar um café e comer um doce saboroso é algo muito bem-vindo no cotidiano estressante das pessoas. Por conta disso, estabelecimentos com ambiente agradável e que forneçam produtos de qualidade tendem a se destacar perante aos demais e, consequentemente, consolidar-se no mercado.

Entretanto, os bastidores de uma cafeteria de sucesso exigem muito mais do que isso. Além de trabalhar com insumos de qualidade e elaborar o cardápio de forma cuidadosa, é preciso que a gestão seja feita da forma correta.

Assim, recomenda-se que empreendedores de primeira viagem contem com um serviço de consultoria empresarial.

No entanto, caso isso não seja possível, nem tudo está perdido. Para isso, basta seguir alguns princípios e boas práticas para que o negócios seja bem administrado e, consequentemente, bem sucedido. Confira algumas delas a seguir:

  1. Aquisição de equipamentos de qualidade

Como o próprio nome diz, o carro-chefe de uma cafeteria é o café de qualidade. Por conta disso, é comum que os proprietários invistam bastante tempo na escolha dos grãos que serão usados para produzir a bebida.

Contudo, nem todos consideram que uma cafeteira de qualidade também faz toda a diferença. Isso porque ela pode ser o divisor de águas entre um café de qualidade e um que deixa a desejar.

Da mesma forma, uma Máquina de café expresso automática de funcionamento intuitivo exige menos tempo de treinamento da equipe, tornando a rotina de trabalho mais eficiente.

Por mais que este seja apenas um exemplo, o mesmo se aplica para outras máquinas que costumam ser usadas nestes locais, como:

  • Batedeiras;

  • Fornos;

  • Máquinas de lavar louça;

  • Geladeiras e freezers.

Ao escolhê-los, é preciso que o empreendedor não tenha apenas os custos em mente, como, também, a qualidade. Para se ter uma ideia, um forno ruim, por exemplo, pode arruinar uma receita de bolo equilibrada e feita com ingredientes selecionados.

  1. Gestão financeira eficiente

Todos já ouviram falar de um estabelecimento que, apesar de vender produtos de qualidade, fechou as portas.

Normalmente, isso é um sinal de que a gestão financeira não era feita como deveria. Por mais que as vendas estejam em um nível satisfatório, é preciso que o fluxo de caixa seja controlado de perto. Do contrário, é uma questão de tempo até que o desequilíbrio financeiro chegue.

A boa notícia é que, com o avanço da tecnologia, acompanhar de perto a entrada e a saída de recursos está cada vez mais fácil, basta contar com um sistema de gestão. Trata-se de uma plataforma na qual podem ser lançados os dados referentes a compras, vendas, pagamento de funcionários, aquisição de equipamentos e muito mais.

Caso ainda assim haja dificuldade para se acompanhar o fluxo de caixa do estabelecimento, é indicado que o empreendedor contrate um serviço de consultoria financeira.

Neste caso, o profissional contratado tem amplo conhecimento da área, além de um olhar externo do estabelecimento. Por conta disso, ele pode fornecer insights que os sócios não teriam por conta própria.

  1. Gestão de pessoas adequada

Funcionários felizes produzem mais e melhor. Por mais que essa máxima seja amplamente conhecida por empreendedores dos mais diversos segmentos, ela nem sempre é colocada em prática.

Isto, por sua vez, é um erro. Quando a equipe não é motivada por meio de uma remuneração atrativa, bons benefícios ou pelo menos um bom ambiente de trabalho, ela dificilmente se engajará no sucesso do estabelecimento. Assim, todos saem perdendo.

Assim como no caso das finanças, os sócios podem contratar uma Consultoria em gestão de pessoas para ajudar na tarefa.

Novamente, um ou mais profissionais experientes na área proporcionarão ideias para manter os colaboradores sempre motivados.

Além disso, a satisfação da equipe também tende a reduzir a rotatividade, reduzindo custos com recrutamento, seleção e treinamento de novos talentos. Portanto trata-se de algo que deve ser visto como um investimento.

  1. Equipamentos de segurança

A má situação da segurança pública brasileira já é algo conhecido por toda a população. Contudo, proprietários de estabelecimentos comerciais nem sempre consideram que seus negócios são um alvo mais visado do que residências – afinal, eles costumam conter equipamentos valiosos, bem como altas somas de dinheiro em seu interior.

Assim, para evitar prejuízo, é essencial que a cafeteria conte com um Sistema de segurança com câmeras, além de outros recursos tecnológicos que tornem o estabelecimento um alvo menos atrativo para ladrões, como alarmes, sensores de presença e fechaduras inteligentes.

No entanto, não basta adquiri-los, pois é preciso que todos sejam instalados da maneira correta, assegurando máxima eficiência, bem como que sejam de qualidade e passem por manutenções conforme as orientações do fabricante.

No caso de uma camera de segurança, por exemplo, é preciso que o local seja iluminado e que os pontos cegos sejam evitados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *