Empreendedorismo

Como criar networking e aproveitar as conexões

Aprender como criar networking não melhora apenas a carreira, sua vida pessoal também ganha com isso. Aqueles que conseguem estabelecer uma rede de contatos impulsionam novas oportunidades para os negócios e, da mesma forma, para amizades incríveis.

Todas as pessoas que conhecemos impactam em nosso percurso e isso vai desde compartilhar informações sobre novas oportunidades até desempenhar um papel realmente transformador no desenvolvimento pessoal.

Sua rede te acompanha ao longo de todo o caminho e, por isso, é tão importante construir relacionamentos. 

Cada pessoa carrega consigo uma caixa repleta de insights, conhecimentos e experiências. Sabendo como criar networking, compartilha-se toda essa riqueza, tornando a própria vida melhor.

Você tem construído uma rede grande e diversificada ou apenas colecionado presenças em eventos e cartões de visita?

Está na hora de melhorar sua habilidade neste domínio e começar a colecionar oportunidades. Confira a seguir algumas dicas para isso:

1. Networking requer plano de ação

Se você acha que fazer conexões é algo que acontece naturalmente, pode estar enganado. Como qualquer plano de carreira, criar networking também demanda certo esforço. Para isso, você vai precisar de um plano de ação.

Para isso, em um primeiro momento, é preciso fazer duas listas: uma com as pessoas que conheceu e com quem quer estreitar o relacionamento e outra com os que você quer conhecer. 

Depois, crie estratégias, pensando na melhor maneira de se conectar com cada um. É importante lembrar que, assim como todas as outras metas que você tenha para seus negócios, essas também devem ser revistas e atualizadas com frequência.

Quanto mais aberto e focado na missão você estiver, mais rápido construirá relacionamentos.

2. Use as mídias digitais

Use sempre a tecnologia a seu favor: o LinkedIn pode proporcionar o mesmo efeito daqueles eventos tradicionais, só que de maneira muito mais prática. 

Desse modo, potencialize sua presença na rede, otimizando seu perfil, participando de grupos e interagindo de modo sutil e profissional.

3. Ajude sua rede

Uma das maneiras mais eficazes de construir conexões duradouras é se disponibilizando a ajudar alguém. 

Isso é bom porque quando você se concentra em outras pessoas além de si, acaba criando um círculo de boas ações: quanto mais pessoas você ajudar, mais ajuda poderá receber de volta.

Tudo que você precisa fazer é oferecer seu conhecimento e seu tempo, de coração aberto e honestamente. É importante que essa seja uma ação sincera, não só almejando o que você pode ganhar em troca.

Aprender sobre o outro também é essencial. Ao falar com as pessoas, pense em responder às seguintes perguntas: o que as motiva? O que é importante para elas? Sobre o que gostam de falar? O que valorizam?

4. Conecte sua rede

Sabe aqueles que parecem conhecer todo mundo? Eles são verdadeiros heróis das redes e, se por acaso não conseguem ajudar alguém diretamente, conhecem uma lista de pessoas que podem. Sim, eles fizeram um ótimo trabalho de networking.

Se você não tem essa lista abrangente de contatos, incremente a sua própria rede gastando um pouco de tempo por semana conectando pessoas que devem se conhecer. 

Para isso é preciso se manter atualizado com o que as pessoas da sua rede precisam e quais são seus pontos fortes.

Apresente pessoas que as necessidades correspondam aos pontos fortes de outra. Por exemplo, conecte seu conhecido que deseja fazer a transição para uma carreira de marketing com um profissional de marketing digital que você conhece.

5. Follow-up? Aqui também tem! 

Você pode seguir à risca as dicas anteriores, mas se não fizer um acompanhamento desses contatos todo o esforço terá sido em vão. 

Assim como você, todos estão sempre muito ocupados e se você não se conectar com eles com frequência, será esquecido. 

Um ou dois dias após fazer um primeiro contato, envie um breve e-mail (dependendo do caso, até uma mensagem de texto) lembrando quem você é e o que falou. 

Fazer isso estabelece sua conexão e abre uma linha de comunicação para que você possa enviar mensagens no futuro.

Depois disso, tente manter contato ao menos uma vez por trimestre com conhecidos e pelo menos uma vez por mês com as pessoas com as quais você está tentando estabelecer um relacionamento mais próximo. 

Para isso, as seguintes ideias podem ser interessantes:

  • Envie artigos relevantes e que têm potencial para dar um start em uma conversa; 
  • Compartilhe notícias e artigos que agreguem valor;
  • Deseje feliz aniversário e demais felicitações;
  • Informe as pessoas sobre as oportunidades em que possam estar interessadas;
  • Interaja acerca de um interesse profissional em comum;
  • Aborde algum projeto que acredite que a pessoa possa ajudar.

Mãos à obra

Agora que você já leu nossas dicas de como criar networking é hora de colocar todas elas em prática e se tornar um ótimo networker. 

A prática é essencial para a pessoa física, mas também para a jurídica, afinal um bom networking não traz apenas empregos, mas oportunidades de negócios. Isso porque ele é uma forma de mostrar sua empresa para o mundo. 

Conheça outras maneiras de fazer sua empresa ser conhecida e se destacar no mercado no blog responsável por esse conteúdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *