Empreendedorismo

Desenvolvimento e cuidados com vestuários

Os vestuários são os componentes mais importantes no dia a dia de qualquer pessoa. Eles podem ser moldados de diferentes formas, tamanhos, cores e tecidos como, por exemplo, uma blusa feita com Feltro de lã, esse tecido é resistente e não rasga fácil e, também, evita a criação de bolinhas.

O vestuário pode ser variado e, se combinados com diferentes formas e peças, podem agregar um estilo e dar glamour. As roupas também podem transmitir impressões sobre determinada pessoa.

Os processos de fabricação de roupas são todas planejadas e projetadas no papel. Os processos de fabricação são: desenho, modelagem, corte, montagem, prova, acabamento e piloto.

No primeiro processo, desenho, é onde é feito o esboço do modelo da roupa e a modelagem são os moldes desenvolvidos pelos estilistas. Corte e montagem são os processos de recorte dos tecidos e costuradas, dando todo o acabamento.

A prova é fase onde a peça é testada para ver se foi feita corretamente, geralmente são feitas duas provas: uma de teste e a outra definitiva. O Acabamento é o processo de finalização da peça e o piloto é a peça que fica como base para moldar outras roupas iguais.

A ferramenta Facas para fabricação de chinelos, permite a produção de chinelos com variados formatos e tamanhos. Elas realizam um corte preciso e certo nas três marcações que as tiras irão ser encaixadas.

Ao se produzir um chinelo, precisa se atentar a máquina que for utilizada e no corte, pois precisa fabricar um pé ou par de cada vez. Há duas formas de fabricação de chinelos: manual e automática.

A manual tem o processo simples, somente encaixar a faca de corte sob a borracha, prensar e finalizar com um macaco hidráulico, nesse processo pode-se fazer chinelos personalizados.

No automático é outro processo, o corte mais específico e com facas duplas, uma do lado da outra e incorporadas em uma chapa. Esse processo traz uma produção maior de chinelos.

Esses foram os processos de confecção de roupas e chinelos. Entretanto, para que uma roupa tenha uma vida útil prolongada é necessário ter cuidados.

Como cuidar dos vestuários?

Uma roupa malcuidada não dura muito e o resultado é ter que gastar dinheiro para comprar uma peça nova. Mas, existem alguns cuidados básicos que, se seguidos, qualquer peça pode durar muito tempo.

O primeiro erro ao se comprar uma roupa, é arrancar a etiqueta, pois causa desconforto no contato com pele. Mas ele fornece informações essenciais à lavagem e durabilidade da peça. As instruções mais comuns no processo de lavagem, são:

  • Separar os vestuários por cores;

  • Separar os vestuários conforme a etiqueta;

  • Escolha a temperatura certa da água;

  • Jamais despeje produtos diretamente nos vestuários.

Quando essas etapas são seguidas no momento da lavagem, dificilmente elas ficaram desbotadas, manchadas, encolhida, cheia de fiapos de outros tecidos e outros problemas que estragam a peça. Portanto, atente-se aos processos.

Já para peças novas o processo é diferente. Existem dois procedimentos de limpeza, a primeira é a lavagem e a outra é deixá-las de molho garantindo a higiene e prontas para o uso. Pode-se lavar com sabão de coco, pois ele age como amaciante e alvejante ao mesmo tempo.

Há dois produtos que é bem comum nas residências e que podem ajudar na higienização da roupa. O vinagre consegue tirar qualquer odor que a peça tenha e o álcool retira qualquer tipo de bactéria, porque possui agentes de limpeza profunda. Depois de deixar a peça de molho, lave-a normalmente e a estenda para secar.

Jamais deixe as peças de roupas mofarem dentro do armário, deixe as portas abertas para que entre um pouco de ar. Também não deixe as roupas dentro da máquina de lavar.

Com essas dicas fáceis a conservação das roupas será maior e, mesmo com passar do tempo, elas continuarão com aspectos de novas.

Cuidados com a jaqueta de couro

Uma jaqueta de couro é um item indispensável hoje em dia no armário de qualquer pessoa e, ainda, é uma peça unissex. Entretanto, essa peça requer cuidados especiais para sua conservação. Lavar jaqueta de couro não é simplesmente jogá-la na máquina junto com outras peças de roupa e utilizar produtos químicos.

Evite lavar a jaqueta na máquina, pois isso a danificaria. Utilize apenas um pano úmido e, se caso, estiver ainda muito suja, molha-se o pano em água morna com sabão neutro. Isso eliminar resíduos, poeira e qualquer sujeira.

Após esse procedimento, a sujeira no pano persistir, repita o processo. O pano deve estar úmido somente, evite excesso de água.

Depois de limpar o casaco de couro e continuar com manchas, o ideal é borrifar o limpador de couro, esfregando suavemente o local com um pano macio.

Não use esponjas ou panos mais duros, pois isso arranharia a peça. Depois dos procedimentos de limpeza, pode-se utilizar um hidratante específico para o couro (encontrado em sapatarias). Caso não tenha esse produto, utilize um hidratante corporal de cor bem clara e de cheiro o mais suave possível.

Para secar deixe-a no sol, mas não por muito tempo, pois pode desbotar a peça. Uma última dica, para conservar a jaqueta ou qualquer outro acessório de couro como o chapeu, por exemplo, jamais o deixe em armários úmidos, com mofo, dentro de plásticos ou capas e jamais a guarde úmida.

Essas foram algumas dicas para preservar e cuidar melhor das roupas. Com elas, suas peças irão durar mais e terão mais qualidade, resultando em uma economia no seu bolso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *