Tradução

Dicas para quem é ou quer se tornar tradutor

O mundo globalizado permite que as pessoas se conectem e tenham acesso a diferentes materiais provindos de outros países e originados de outras línguas – principalmente quando estes passam por um tradutor.

Somos cada vez mais público de livros, filmes e diversos outros materiais que não são escritos ou produzidos em português, mas temos acesso a eles graças a um profissional que torna isso possível: o tradutor.

Mas você sabe o que é preciso para ser tradutor ou para ter uma agência de tradução? Casos essas sejam as suas dúvidas, continue lendo este artigo.

O que é preciso para ser tradutor?

Neste momento você deve estar respondendo: falar outro idioma. Se você acha que para ser tradutor basta apenas falar outro idioma como o inglês, por exemplo, saiba que você está enganado.

É óbvio que para trabalhar com tradução a pessoa precisa dominar um segundo idioma, seja ele o inglês, o espanhol, o francês ou qualquer outro, mas apenas isso não basta.

Além de saber o segundo idioma, é preciso conhecer muito bem o primeiro. Por exemplo, se você é nativo de português e está aprendendo inglês, é preciso que você conheça muito bem as duas línguas para traduzir.

Aliás, além do idioma, você precisa conhecer a cultura que envolve as duas línguas que você vai trabalhar. Para você entender melhor, segue uma lista de habilidades que uma pessoa precisa ter para ser um bom tradutor:

  • Dominar bem dois idiomas;
  • Dominar e conhecer as culturas dos idiomas;
  • Saber adaptar um texto;
  • Conhecer bem o assunto que irá traduzir.

O mercado de tradução é muito amplo e existe a necessidade de tradução para diversos tipos de materiais, como um manual de instruções, por exemplo. A tradução técnica é a área que mais contrata, existindo, para isso, diversas agências que trabalham com tradução.

Mas você também pode trabalhar com tradução técnica fora dessas agências, se você tiver sorte, porque elas dominam esse mercado. A tradução literária também é uma área ampla, mas que exige do tradutor um conhecimento muito amplo, principalmente culturalmente e do autor que irá traduzir.

Outro tipo de tradução rentável e que possui um amplo mercado é o serviço de tradução juramentada. Este tipo de tradução se ocupa de documentos oficiais, como certidões de nascimento, diplomas, contratos, processos e tudo o que envolva essas documentos.

No entanto, para ser tradutor juramentado, é necessário prestar um concurso público que é organizado pela junta comercial do estado e que não costuma acontecer com frequência.

É possível encontrar esse tipo de tradutor em diversos idiomas, como o o serviço tradução juramentada espanhol, por exemplo, para pessoas que precisem traduzir neste idioma os seus documentos oficiais.

Para ser tradutor você não precisa cursar um faculdade, pois não se trata de uma profissão regulamentada. No entanto, uma faculdade de Letras – Bacharel em Tradução é fundamental para que você aprenda técnicas de tradução que um profissional precisa ter, seja para ser tradutor de documentos ou qualquer outro.

O que eu preciso para abrir uma tradutora?

Esta pergunta é muito ampla, mas podemos te dar algumas dicas. Em primeiro lugar, é preciso que você entenda a fundo o que é o serviço de tradução e escolha um segmento para trabalhar na sua tradutora.

Um bom segmento é a tradução de artigo. Um tradutor de artigos é aquele tipo de profissional que irá trabalhar em cima de artigos de diferentes assuntos, como os artigos científicos, por exemplo.

Você pode trabalhar para revistas científicas que importam artigo para publicação em português. Aliás, um bom tradutor não sabe fazer apenas tradução, sabe também fazer versões, que é passar materiais do português para a língua estrangeira.

No entanto, no mercado de tradução, é desejável que o nativo sempre traduza para o seu idioma de origem, portanto, um tradutor de ingles faz o serviço de passar o que foi originalmente escrito em português para o inglês.

Também é importante que você domine um software de tradução e o instale na sua tradutora. Fornecer aos seus funcionários computadores de qualidade e uma infraestrutura de acordo com as necessidades deles também é importante.

É claro que você precisará organizar documentos e trabalhar de acordo com a legislação trabalhista, mas abrir uma tradutora não é um processo muito democrático e tem muitos lugares precisando desse serviço.

Se você gostou das dicas e teve algumas de suas dúvidas sanadas, então você está pronto para entrar nesse mercado tão promissor.

Ah, e não se esqueça de ler muito, ler sempre, tudo o que você puder ler, porque um bom tradutor é um excelente leitor. Mãos à obra e sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *