EmpreendedorismoServiços

Digital twin: o que é e para que serve

Nos últimos anos, profissionais da construção e de outros setores industriais têm observado sua rotina de trabalho mudar drasticamente por conta dos avanços tecnológicos.

Essas ferramentas ajudam a cortar custos em obras e fábricas, como, também, incrementam a qualidade do produto oferecido.

Uma das soluções que mais tem chamado a atenção destes profissionais é uma tecnologia chamada digital twin.

Um sistema promete revolucionar o cumprimento de tarefas nos mais diversos segmentos e etapas da linha de produção.

Continue a leitura do artigo abaixo e aprenda sobre o que consiste essa ferramenta, como ela funciona e quais são as suas vantagens a seguir:

O que é digital twin?

Na língua inglesa, esse termo significa exatamente “gêmeo digital“.

Na prática, essa tecnologia é exatamente isso: um mecanismo que permite criar uma réplica digital de um objeto, equipamento ou até mesmo de um imóvel.

Isso fornece uma perspectiva muito mais realista do resultado final de qualquer projeto.

Contudo, há, ainda, outro diferencial importante: é possível que os encarregados da confecção interajam com o modelo.

Submetendo-o a diferentes condições de operação e até mesmo simulando o desgaste de seus componentes à medida que o tempo passa.

Para que serve o digital twin?

Os recursos dessa tecnologia são muito úteis para os mais diversos segmentos da engenharia.

Em primeiro lugar, a possibilidade de analisar um item que ainda está sendo projetado como se já estivesse pronto é de extrema utilidade para prevenir defeitos, mau desempenho e até mesmo incompatibilidade com outras ferramentas.

Assim, a equipe pode se adiantar a tais questões e evitar que elas se tornem um problema no futuro.

Da mesma forma, a possibilidade de interagir com o item como se ele estivesse em pleno funcionamento permite que o engenheiro faça simulações, submetendo a peça às condições às quais ela tem que resistir durante as operações.

Assim, é possível fazer adequações quanto a fatores como:

  • Materiais empregados;

  • Design;

  • Posição da peça;

  • Fonte de energia para o seu funcionamento.

No fim das contas, tudo isso significa que os projetos nos quais essa tecnologia é usada são muito mais eficientes e confiáveis.

Quais as vantagens do digital twin?

Entretanto, vistas dessa forma, as vantagens dessa tecnologia podem parecer um pouco abstratas, fazendo com que profissionais e empresas relutem em aplicá-la.

Ainda assim, em situações práticas, ela se torna extremamente útil e vantajosa. Confira alguns de seus benefícios a seguir:

1. Ele torna projetos mais eficientes

Fazer projetos de construções é algo de alta complexidade. Além da estrutura do edifício em si, é preciso considerar fatores como as instalações hidráulicas e elétricas, sendo  assim, essenciais para a segurança e o conforto de quem frequentará o espaço.

O problema é que o método tradicional de elaboração de tais projetos prega que eles sejam feitos separadamente.

Consequentemente, o eletricista não sabe por onde passam os tubos de água, e o responsável pela parte hidráulica não faz ideia dos locais que abrigarão os fios de força.

Deste modo, ruídos de comunicação e conflitos entre as equipes são coisas corriqueiras,

A boa notícia é que o emprego do digital twin pode resolver essa questão, pois todos os profissionais podem trabalhar em cima do mesmo modelo digital do edifício.

Assim, seu trabalho se torna muito mais sinérgico.

2. Ele ajuda a cortar custos

Quem atua no mercado de obras sabe que é muito raro que uma intervenção, por mais simples que pareça, aconteça totalmente sem incidentes.

Entretanto, o ramo ainda é conhecido pela alta taxa de erros, retrabalhos e, consequentemente, prejuízo financeiro.

A boa notícia é que o digital twin pode pôr fim a esse tipo de problema.

Como os profissionais de todas as áreas trabalham juntos e com o mesmo arquivo, pois as chances de erros na elaboração das estruturas são muito menores.

Além disso, os modelos realistas permitem que os operários sejam melhor orientados. Porém, o que também contribui para que tudo seja feito conforme as especificações.

3. Ele permite que o consumidor teste um produto

Atualmente, uma pessoa que compra um produto ou serviço não busca somente isso, a ideia é que a aquisição seja uma experiência. Mas, por sua vez, pode ser aproveitado pelas marcas para gerar uma conexão com o cliente.

O digital twin pode ajudar com isso.

Como ele permite uma interação com o modelo virtual, é possível que o consumidor teste uma mercadoria que sequer existe fisicamente.

Consequentemente, ele se torna mais confiante para fechar a compra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *