AutomaçãoComércioOrganização

Elementos presentes no ambiente corporativo e comercial

comercial

O comércio e o espaço corporativo são compostos por uma série de elementos que atuam em conjunto para um cotidiano mais adequado e mais otimizado. Essa otimização é muito adequada para que a eficiência seja alcançada.

Muitos são os pontos que devem ser levados em consideração para que esses espaços sejam adequados e que permita o bom desempenho.

Alguns deles são o desenvolvimento de um sistema elétrico, investimento na automação comercial que consiste em tornar mais inteligente e automatizado os sistemas, entre muitos outros.

Neste artigo abordaremos sobre alguns pontos importantes para o desenvolvimento das atividades da empresa de forma mais otimizada, rápida e segura.

A automação comercial

As empresas possuem uma série de procedimentos que permitem que sua operação aconteça e que o ambiente do escritório ou da loja sejam adequados.

E para que esses processos sejam desburocratizados e controlados de forma mais adequada, o uso da tecnologia é imprescindível.

A automação comercial, portanto, é necessária para que os processos sejam otimizados e inclusive gerar economia.

Um exemplo é a automação dos spot de luz, que desligam quando não há ninguém na sala do escritório ou que automaticamente diminuem a intensidade da luz se o espaço estiver com muita luz natural.

Isso influi diretamente nos gastos das empresas que consequentemente vão ser menores. Uma empresa que quer se automatizar investe em dois pontos principais, tanto nos hardwares, que são os equipamentos como nos softwares que são os sistemas que fazem a operação dos equipamentos.

Com isso é possível ter uma rotina muito mais agilizada. Alguns dos sistemas automatizados mais usados nos PDV (pontos de venda) são:

  • Impressoras;
  • Gavetas;
  • Leitores de código de barras;
  • Balanças.

Outro sistema que pode ser usado é coletor de dados WMS. O WMS é um tipo de sistema que permite o gerenciamento de um armazém ou estoque facilitando o seu controle.

Assim, variados aspectos dos estoques em diferentes lojas podem ser gerenciados de forma mais eficiente por meio desse sistema.

O sistema de WMS consiste então em um banco de dados que descreve e permite a verificação de muitos pontos do estoque como: os SKU’s que são as unidades individuais que podem ser manipuladas e armazenadas, assim contém todas as suas informações.

Outro fator que pode ser automatizado é o controle de acesso externo por meio de catracas, cartões de acesso e até mesmo biometria.

Neste caso, a automação comercial é voltada para a área de segurança e monitoramento trazendo conforto, qualidade e claro, permitindo que os colaboradores trabalhem com mais confiança.

As plantas elétricas para os negócios

Um dos pontos mais importantes para uma empresa é garantir a segurança das suas instalações, afinal é onde há o estoque, os computadores e os dados. E uma das instalações que mais precisam de cuidado e atenção são as elétricas.

Neste sentido é fundamental a montagem e elaboração do que é conhecido como planta elétrica. Esse item permite que todas as instalações sejam mapeadas e facilitam as manutenções periódicas da rede trazendo muito mais segurança e qualidade.

As vantagens do desenvolvimento de uma planta do sistema elétrico são variadas. A primeira delas é que sua empresa terá uma instalação adequada e feita de acordo com a necessidade, permitindo então que a economia de energia elétrica seja possível.

Outro ponto importante é que a segurança dos usuários da infraestrutura aumentam, já que a planta é feita sob a égide de diversas Normas Técnicas, que permitem a instalação com segurança e cuidados únicos.

Abaixo falaremos sobre algumas etapas de elaboração das plantas elétricas.

1. Análise da planta baixa

O primeiro ponto a ser destacada é análise da planta do local e a definição da quantidade de lâmpadas no local, e também a definição de cada cômodo para que seja possível definir o número de tomadas.

2. Definição dos circuitos elétricos

É feita com base na norma NBR 5410:2004. Cada circuito deve ser dedicado a um aparelho de mais alta potência como um ar-condicionado ou um chuveiro.

3. Instalação dos pontos elétricos

Feito os cálculos de potência e definição dos circuitos elétricos, são adicionados os pontos de iluminação e também equipamentos de segurança do circuito como o estabilizador trifásico.

Este equipamento permite a estabilização da corrente quando há uma super potência ou uma baixa potência vinda do sistema.

Com isso, entendemos que para que as empresas sejam seguras e otimizadas é preciso investir no desenvolvimento de sistemas automatizados e a definição de uma planta elétrica bem feita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *