EquipamentosServiços

Equipamentos essenciais para cada ramo da indústria

Existem alguns equipamentos que são úteis para diversos ramos da indústria, seja por tratarem de um problema comum a eles, seja por desempenharem funções fundamentais.  Neste artigo, você vai aprender mais sobre o funcionamento e características de três deles.

Equipamentos: Tratamentos de efluentes

Muitas indústrias produzem efluentes repletos de substâncias químicas. Quando esses efluentes são descartados diretamente no meio ambiente, sem nenhuma forma de tratamento, existem graves consequências. Quando descartados em rios e córregos, existe um desequilíbrio de todo o ecossistema.

Um exemplo é a chamada poluição térmica que acontece quando se despeja água usada em sistemas de refrigeração de máquinas nesses ambientes aquáticos.

A mudança de temperatura influencia diretamente plantas e outros organismos , pois diminui a quantidade de oxigênio na água. Além disso, existe o risco à saúde pública de contaminação por metais pesados.

Tendo isso em vista, alugar equipamentos para tratamento de efluentes se torna uma decisão inteligente. É possível enviar os efluentes para uma empresa especializada, mas realizar o tratamento na própria indústria é menos custoso a longo prazo.

É importante saber qual tipo de efluente é produzido e qual tratamento é necessário para ele, por isso consulte um especialista antes da compra. Os métodos de tratamento de agua industrial mais comuns são:

  • Floculação mecanizada;
  • Precipitação de metais tóxicos;
  • Decantação;
  • Microfiltração e ultrafiltração;
  • Desmineralização;
  • Osmose reversa.

A maioria desses processos conta com produtos químicos para acontecer, como é o caso da floculação, que pode utilizar sulfato de alumínio, sulfato ferroso ou outra substância floculante. O fornecimento desses produtos deve ser considerado.

Equipamentos: Misturador de pó

Uma forma de agilizar os processos na indústria é o uso de misturador industrial para pó. Ao utilizar uma máquina ao invés de fazer a mistura manualmente, consegue-se muitos benefícios.

Primeiro, existe o aumento da qualidade: a máquina proporciona mais homogeneidade. Depois, há o aumento da produtividade. A mistura é feita de forma mais rápida e eficiente, o que significa que menos tempo e menos mão de obra precisam ser destinados a essa tarefa, permitindo que outros processos sejam feitos no tempo poupado.

Essa maquina industrial funciona através de pás ou de serpentinas, que se encarregam de “bater” o pó dentro do misturador. Pode ser utilizada na construção civil, para a fabricação de cimento, argamassa e concreto.

Além disso, também é comum na indústria alimentícia, para misturar massas e outros alimentos originados de pós e granulados,  assim como na indústria química e agrícola.

Existem diversos tamanhos e potências para os misturadores, mas, ainda assim, é possível afirmar que é um produto com consumo energético baixo. Outra comodidade trazida por esse equipamento é a sua facilidade de limpeza e de manutenção.

Equipamentos: Dobramento e curvamento

O metal é um material muito rígido, sendo um verdadeiro desafio tentar alterar sua forma enquanto frio. Por isso, existem máquinas específicas para realizar o dobramento e curvamento de placas, perfis e tubos de metal.

Para a dobra do metal, utiliza-se uma prensa chamada de dobradeira. Já para fazer curvas, utiliza-se uma calandra. O metal possui certa elasticidade, o que exige que essas ferramentas tenham muita força.

Muitas vezes, a deformação pode ser considerada elástica e, com o tempo, o metal pode voltar ao seu estado inicial. Com essas máquinas se consegue uma deformação plástica (permanente).

Para facilitar esse processo, algumas empresas se valem de temperaturas mais altas. Não chega a ser uma soldagem ou moldagem de ferro, a temperatura apenas amolece um pouco o material.

Nesses casos, o nome do processo é dobramento ou curvamento a quente. Mas uma Dobradeira de tubos não apresenta serventia nessa modalidade, que sempre é feita manualmente (valendo-se da força do operário e não de um motor).

É importante contar com uma empresa que dê atenção ao acabamento das estruturas formadas. Pode haver sobras de metal ou marcas indesejadas e o serviço de qualidade implica em oferecer um produto final perfeito.

Ao final, existe uma dica útil em todos os casos: tentar observar o quadro geral. Busque saber qual será a economia a longo prazo e não imediatamente.

Da mesma forma, considere a produtividade gerada pelas mudanças e não apenas o custo do maquinário. Todas as decisões devem ser ponderadas com cuidado, colocando na ponta do lápis.

Também é importante lembrar que existem muitas regras a serem seguidas, sempre esteja ciente das exigências e recomendações dos principais órgãos reguladores das indústrias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *