Empreendedorismo

Equipamentos para empresas

No Brasil, a taxa de sobrevivência de empresas é um item que deixa a desejar. Dados do Sebrae apontam que, em 2014, 23% dos novos negócios fechavam as portas antes de completarem dois anos de funcionamento.

Por mais que esse número represente uma evolução – em 2010 a cifra era de 46% -, os especialistas do órgão apontam que essa melhora deve ser atribuída ao crescimento dos Microempreendedores Individuais (MEI) e não a uma maior robustez do mercado como um todo.

Na prática, isso significa que o panorama de negócios no Brasil é acirrado, o que, por sua vez, obriga seus proprietários a fazer tudo o que estiver a seu alcance para se destacar perante a concorrência, aumentando as chances de sucesso do seu estabelecimento.

A boa notícia é que isso é mais simples do que muitos imaginam: algumas ações básicas já fazem com que um negócio se sobressaia perante os concorrentes. Confira alguns itens que ajudam nisso a seguir:

Máquina de café

Diversas pesquisas na área da psicologia comprovam algo que já se sabia há algum tempo: empregados felizes e motivados produzem mais e melhor.

Isso, por sua vez, tem feito com que cada vez mais empresas invistam em um ambiente de trabalho sadio, que promove a produtividade e a motivação de suas equipes.

Mais recentemente, uma das alternativas empregadas por empresas mais modernas tem sido o oferecimento de “mimos” à equipe, tais como:

  • Lanches;

  • Puffs e locais alternativos de trabalho;

  • Horários flexíveis;

  • Confraternizações periódicas.

Quando tudo isso não for possível, há um aparato simples, mas que ajuda a melhorar o ambiente: a existência de uma copa bem equipada, inclusive com uma maquina de cafe.

Desde modo, os funcionários não terão que gastar em comidas e bebidas na rua, o que, por sua vez, os torna mais motivados.

Ainda assim, é preciso tomar algumas atitudes para evitar que o espaço seja fonte de problemas. A principal delas é fixar algumas regras, principalmente no que se refere à limpeza.

Caso o proprietário do negócio opte por comprar uma máquina de fazer café em grãos, por exemplo, é importante relembrar os empregados de sempre higienizá-la após o uso.

Além de melhorar a qualidade de vida da equipe, a presença de uma copa com máquina de café também faz com que o espaço pareça mais profissional para clientes, investidores e até talentos em potencial.

Afinal, não há nada melhor que receber uma pessoa e poder oferecê-lhe uma água ou um café.

Leitor de tag

Normalmente, uma das principais dificuldades de comerciantes é fazer o controle de estoque em seu negócio.

No caso de lojas grandes, por exemplo, pode haver a movimentação de milhares de produtos todos os dias, o que, na prática, significa que acompanhá-los é uma tarefa complexa.

Isso, felizmente, tem solução: basta investir em etiquetas eletrônicas e em um leitor de tag. Deste modo, ao invés de fazer o controle de modo manual, basta passar as etiquetas dos produtos pelo leitor para registrar sua entrada ou saída do estoque.

Assim, o proprietário do negócio pode acompanhar todos os números de forma mais eficiente, auxiliando na gestão do negócio.

Equipamentos de prevenção e combate a incêndios

Todo e qualquer edifício, por mais moderno e bem conservado que seja, corre o risco de passar por um incêndio.

Por conta disso, o poder público faz uma série de exigências àqueles usados tanto com finalidade residencial quanto comercial: a ideia é manter todos os que frequentam o espaço mais seguros.

Um deles é a obtenção do AVCB, ou Auto de Verificação do Corpo de Bombeiros.

Como o próprio nome diz, trata-se de um documento emitido pelos Bombeiros do local onde funciona o negócio, atestando que o local cumpre com todos os requisitos necessários para prevenir e combater incêndios.

Vale ressaltar que, por mais que alguns edifícios tenham algumas exigências especiais, boa parte dos equipamentos é de uso comum entre todos.

Um bom exemplo disso é o sistema de sprinklers: trata-se de um aparato capaz de detectar a fumaça e liberar água automaticamente sobre o local, de modo a controlar a evolução das chamas até que os bombeiros cheguem no local.

Por fim, é preciso ter em mente que, no caso de alguns deles, existem vários modelos, e que nem todos são apropriados para diversas situações.

Alguns tipos de extintores, por exemplo, não são apropriados para combater incêndios causados por panes elétricas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *