DicasEducaçãoMundo infantil

Escolas e empresas: parcerias para desenvolvimento da educação

A escola particular infantil e as escolas públicas precisam de suporte e parcerias para que os processos de aprendizagem sejam mais eficientes e o desenvolvimento dos alunos seja mais assegurado.

As parcerias são importantes na escola devido as altas demandas por oferecer materiais e aulas de qualidade, com disponibilidade de equipamentos e ferramentas, para que os alunos tenham complemento no seu desenvolvimento acadêmico e cultural.

Neste artigo, falaremos de dois aspectos principais que as escolas devem estar atentos, como as parcerias com empresas dos mais diversos setores, como empresas terceirizadas de alimentação escolar ou de educação continuada para professores e o desenvolvimento de um projeto político pedagógico (PPP).

O Projeto Político Pedagógico (PPP) de uma escola

Para que uma escola funcione, ela precisa de um planejamento. Este planejamento é conhecido como Projeto Político Pedagógico (PPP).

O PPP descreve todas as ações da escola quanto à gestão e a educação e prevê as atividades a serem geridas pela instituição, como as metodologias das aulas, as atividades a serem feitas na recração infantil, entre outros aspectos.

Por isso, toda a escola precisa elaborar um PPP com o objetivo de alinhar as expectativas da escola com a sociedade, com as famílias e também com as empresas.

Assim, é necessário que a proposta de ensino seja embasada por teorias de educação consolidadas.

Alguns pontos que devem estar presentes no PPP são:

  • Missão, visão e valores;
  • As características da escola;
  • Proposta curricular a pequeno, médio e longo prazo;
  • Planos de projetos (como de apresentação de ballet).

Como vimos, o PPP contempla também as parcerias com as empresas e no tópico abaixo falaremos mais sobre elas e sua importância para que o desenvolvimento educacional dos alunos seja assegurado.

As parcerias entre escola e empresa

Para que um projeto educacional tenha o alcance esperado pelo PPP e pelos gestores escolares, é preciso que as escolas busquem parcerias. Essas parcerias permitem que a rede de ensino seja aprimorada e a aprendizagem seja potencializada.

O primeiro ponto da parceria sempre será entre o gestor educacional e as equipes corporativas. Isto permite que os propósitos dos projetos e os objetivos da escola estejam claros para todos, seja em um projeto de parceria com academia de dança ou outros.

Nesse contexto, é importante fazer apenas um pequeno histórico das parcerias entre escolas e empresas ao longo dos anos.

Foi na década de 1990 que as parcerias começaram a se desenvolver, principalmente por conta da pressão popular para a melhoria da qualidade de vida. Assim, surgiram ONG’s ligadas às empresas que tinham como meta e objetivo alocar os investimentos para a área da educação.

Entretanto, a iniciativa das empresas foi se transformando em uma hegemonia, fazendo com que a escola perdesse autonomia.

Assim, as escolas eram apenas receptoras de recursos e tinham que atender as metas, pois, caso contrário, os investimentos seriam cortados.

A grande notícia é que nos últimos anos essa perspectiva mudou e empresas e ONG’s enxergaram que é preciso não apenas cumprir metas, mas melhorar a qualidade da estrutura e do ensino. Para medir isso, começaram a desenvolver editais para captação de recursos para que as escolas fossem atendidas.

Por conta disso, é importante atender alguns elementos principais para que as parcerias entre escolas e empresas funcionem como:

1. O gestor escolar precisa estar no controle

Apesar dos recursos para o valor aula de ballet e melhoria de estrutura virem das empresas, é importante que o gestor escolar tenha controle sobre todos os aspectos, principalmente sobre as necessidades do grupo e na aferição dos resultados.

O controle das parcerias precisa ter a escola como protagonista e a empresa como parceira da qualidade do ensino. Por isso, é muito importante a construção de um canal de comunicação eficiente e qualificado.

2. Construa um bom projeto

Para que a parceira dê certo, também é necessário a elaboração de um projeto de parceria claro e adequado que contemple alguns elementos como:

  • Levantamento de dados para definir os objetivos e metas;
  • Elaboração do projeto com metas, custos e contrapartidas;
  • Ir ao parceiro certo, de acordo com o projeto;
  • Prepara-se para o encontro;
  • Investir nos métodos de aferição de resultados;
  • Plano de solução para problemas na execução do projeto.

Tendo isso em mente, é possível construir um projeto de parceria adequado e que atraia empresas para melhorar o ensino e a qualidade da aprendizagem.

Desse modo, compreendemos que para que as escolas tenham parcerias é preciso pensar nos objetivos de forma clara, para que os interesses das empresas não se sobressaiam ao da escola, que é formar cidadãos conscientes de sua ação no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *