Indústria

Indústria: conheça os diferentes tipos de atividades no setor

Mesmo com a queda causada pela crise, a indústria tem seu peso no desempenho econômico brasileiro.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o setor contribui com quase 12% do PIB brasileiro.

Além disso, o segmento cresceu 2,2% ao longo do ano de 2017.

Tendo em vista que especialistas reconhecem a industrialização com um importante fator de impulsionamento do desenvolvimento econômico das nações, estas cifras são importantes.

Apesar de o termo “indústria” ser usado de modo genérico, trata-se de um setor muito plural.

É verdade que todos trabalham com a transformação de materiais e a fabricação de diversos produtos, mas há algumas variáveis que fazem com que elas diferenciem-se.

Quais tipos de indústrias existem?

Normalmente, as indústrias são classificadas conforme a sua atividade fim. As categorias usadas para isso são:

  • Indústria de base;
  • Indústria extrativa;
  • Indústria de bens de capital;
  • Indústria intermediária;
  • Indústria de bens de consumo.

Mesmo dentro de tais categorizações, o setor continua sendo bastante plural. Confira, a seguir, alguns dos tipos de fábricas presentes no território do país e suas particularidades:

1. Indústria química

A indústria química é muito estratégica para praticamente todo o setor. Isto pois ela é a responsável para criar compostos químicos, que serão usados por vários tipos de fábricas.

Por conta disso, também há uma responsabilidade muito grande com a qualidade do produto: caso ela deixe a desejar, pode prejudicar toda uma cadeia de produção.

Deste modo, esta indústria segue padrões rígidos de higiene.

É preciso trabalhar com recipientes apropriados, como o tanque de inox, para armazenar as substâncias. Também é importante seguir uma rígida rotina de higienização de todas as partes da fábrica.

2. Indústria farmacêutica

A indústria farmacêutica não tem apenas um papel importante na economia, como, também, na sociedade como um todo.

O motivo é simples: este segmento tem impacto direto na saúde, e, consequentemente, na vida de toda a população.

Por conta disso, este tipo de indústria também precisa manter um rígido padrão de qualidade e higiene.

Da mesma maneira, precisa se precaver contra falhas no processo produtivo que possam comprometer a qualidade dos produtos.

Um deles é o quadro de distribuição trifásico industrial. Ao manter os circuitos elétricos da fábrica organizados, reduz-se as chances de falhas em equipamentos e, até mesmo, acidentes.

3. Indústria alimentícia

Praticamente toda a comida ingerida pela população passa por uma das muitas instalações da indústria alimentícia, espalhadas pelo país.

Nelas, a matéria-prima é processada e transformada em itens consumidos no cotidiano, como pães, bolachas e iogurtes.

Assim como a indústria farmacêutica, seu padrão de qualidade e segurança tem que ser impecável: do contrário, tem-se um risco significativo à saúde pública.

Portanto, também é importante contar com equipamentos e medidas de segurança que previnam falhas em equipamentos.

Assim como em uma fábrica de remédios, o painel eletrico deve estar sempre em ordem, de modo a evitar falhas com a eletricidade, a higiene deve ser rigorosa e, o padrão de qualidade, elevado.

4. Indústria de peças

Assim como a indústria química, as fábricas de peças são essenciais ao funcionamento do segmento industrial como um todo.

O misturador industrial para pó, equipamento muito usado em fábricas dos mais diversos ramos, não existiria se os componentes dele não fossem projetados e fabricados.

Vale ressaltar que, devido ao fato de existirem diversos métodos para a fabricação de peças, este segmento industrial é diverso por si só.

É possível fabricá-los por meio da extrusão, por exemplo, ou em um centro de usinagem.

Nesse último caso, a peça é praticamente esculpida a partir de um bloco do material que a compõe.

5. Indústria de eletrônicos

A indústria de eletrônicos é o ramo que se ocupa da criação de placas e condutores que permitem o funcionamento de itens como smartphones e computadores.

Além disso, é um segmento que cresceu consideravelmente nos últimos anos.

O motivo por trás disso é o aumento da informatização em todos os setores da economia, bem como na vida pessoal da população.

Sem ele, uma série de processos industriais não existiriam

É o caso do Comando Numérico Computadorizado (cnc): este tipo de usinagem usa modelos criados por computador para a fabricação de peças de uma maneira mais moderna e eficiente, e não seria possível sem os avanços da eletrônica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *