DicasMarketingNegócios

Marketing digital para moda feminina

Você tem uma marca de roupas e acessórios e fica pensando o que poderia fazer para aumentar as vendas? O marketing digital para moda feminina com certeza pode ser muito eficaz nessa missão. Afinal, se queremos atrair mais clientes, não podemos e nem devemos ignorar a maneira como ele se comporta, busca informações e realiza suas compras.

O consumidor na era digital faz pesquisas online, acredita e confia no e-commerce, quer informação rápida e de qualidade. Elaborar uma estratégia de marketing digital para moda feminina de forma assertiva fará com que sua marca tenha uma maior presença, reconhecimento e, consequentemente, faturamento.

Confira algumas dicas para te ajudar nessa:

  1. Tenha uma identidade

Antes de começar a bombar na internet, é preciso fazer a lição de casa: afinal, quem é a sua marca? Quais são seus valores? Que mensagem você quer passar para seu público? Se você não sabe quem é, dificilmente conseguirá conquistar os clientes que deseja.

Moda vai muito além de roupa, é também sobre identidade e estilo de vida. E é isso que as marcas precisam passar, tanto na maneira como se comunicam, quanto na linguagem que usam.

Uma marca de luxo não terá a mesma linguagem daquela que vende streetwear, certo? Para cada público responde melhor a um tipo específico de comunicação.

  1. Conheça seu público

Female friends out shopping together

Afinal, quem compra suas roupas e acessórios? Quem se identifica com sua marca, sua moda? 

Hoje o público não é mais definido apenas por idade, gênero e localização. Estamos na era do comportamento e, por isso, é preciso entender os hábitos do seu consumidor para que você saiba exatamente para quem você vende.

  1. Defina suas estratégias

Não dá para agir sem ter total consciência dos objetivos e metas. Onde você pretende chegar no pequeno, médio e longo prazo? Ter as metas muito claras e integrar toda a equipe para alcançá-las é, sem dúvida, o primeiro passo para começar.

Defina também os canais que serão utilizados, como redes sociais e e-mail marketing.

  1. Invista nas redes sociais

Vale uma atenção especial a uma delas: o Instagram. A rede, além de vir crescendo, também é particularmente interessante para o mercado da moda, em que imagem é super importante.

Entenda o feed como uma extensão da identidade visual da marca, como se ele fosse a nova revista de moda.

Ao produzir conteúdo para o Instagram, pense na qualidade de suas imagens: ter uma paleta de cores para as fotos proporciona um visual cheio de personalidade, que passa um recado muito claro de identidade.

Além disso, invista em um profissional para fazer boas fotos, pois elas são sua vitrine e, se bem produzidas, serão muito mais atraentes para o público.

Outro detalhe importante é saber usar as redes e seus recursos com objetivos distintos, em vez de apenas replicar conteúdo.

Por exemplo, você pode postar no feed do Instagram sua coleção e dar dicas de estilo, já os stories podem ser muito legais para uma espécie de behind the scenes, mostrando o que acontece nos bastidores, além de clientes usando suas peças no dia a dia.

  1. Já pensou em trabalhar com influenciadores digitais?

Provavelmente você já deve ter ouvido falar em Camila Coelho, Thássia Naves e Camila Coutinho. Se ainda não, faça uma busca e você verá que essas mulheres são verdadeiras potências com reconhecimento internacional.

Uma marca que faz parceria com uma delas sabe que suas ações terão um impacto muito maior nas vendas do que qualquer outdoor. Isso porque seus milhões de seguidores representam um alcance de público significativo, que confia e consome aquilo que elas vendem.

Claro que ninguém aqui está sugerindo que você invista logo de cara nas top 3 blogueiras de moda, afinal o preço é bem alto. No entanto, você deveria considerar a aposta em influenciadores menores. Afinal, moda tem tudo a ver com o outro, seu poder de influência e referências, pois ela inspira e traz para o jogo muito mais do que uma simples peça de roupa.

As influenciadoras digitais são as novas editoras de moda, só que não é qualquer uma que poderá incentivar a compra de um produto. É preciso pesquisar bem e encontrar alguém que tenha tudo a ver com sua marca. Vende roupas esportivas? Então uma influenciadora que está se preparando para a próxima maratona terá muito mais a ver com sua proposta.

Encontrou a influenciadora que tem a cara da sua marca? O trabalho não para por aí. Faça uma abordagem criativa, e, no momento de estabelecer a parceria, faça um contrato com regras muito claras. O conteúdo produzido pelas influenciadoras deve passar a ideia de naturalidade, mas isso não significa que você tenha que deixar o profissionalismo de lado.

  1. Tenha um blog com conteúdo relevante

Para uma marca de roupas e acessórios femininos, o blog é aquele espaço para falar de moda, dar dicas de estilo, mostrar as tendências, se a sua loja virtual oferece blusas femininas de crepe, crie conteúdo dando mais detalhes sobre essas peças, como dicas de looks, dados sobre o tipo de tecido e tudo que possa enriquecer o conhecimento do seu público.

É muito importante que você produza um conteúdo de qualidade, pois isso faz com que suas chances de ser achado pelo Google aumentem.

No site ou no seu e-commerce, garanta esse espaço para que suas clientes e potenciais reconheçam seu valor, não só pelo que você vende, mas pelo conhecimento que você agrega. Como já falamos anteriormente: moda não é apenas sobre peças de roupa, ela fala sobre identidade e estilo de vida.

  1. Relacionamento também é marketing digital para moda feminina 

Não é apenas o conteúdo que você produz que é importante. A maneira como você se relaciona com sua consumidora também é essencial. Interaja pelas redes, marque presença lembrando de aniversários, enviando novidades em primeira mão, oferecendo cupons de desconto.

Não se trata apenas de vender blusas lindas e diferentes, o consumidor precisa de cuidados, trate bem suas clientes fiéis, mas olhe com carinho também para aquelas que se interessam pela sua marca, mesmo que ainda não tenham comprado nada. Você precisa saber quem elas são e, para isso, crie mecanismos para obter seus contatos.

Adotar uma estratégia de marketing digital para moda feminina pode te ajudar a se fazer mais conhecida no mercado, ganhar credibilidade e ainda impulsionar as vendas. 

Texto desenvolvido por Blog Donna Modelli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *