Entretenimento

Música: como se destacar nesse meio?

Talvez até não nos demos conta, mas a música está presente em nosso dia a dia, nos mais diversos locais.Em alguns deles a percebemos mais, interagimos e cantamos junto, em outros, elas importam tanto quanto, mas muitas vezes passam despercebidas.

A música está na televisão, nas rádios, nos elevadores como som ambiente, nos toques de celulares, em pessoas assobiando por aí, no canto dos passarinhos e nos fones de ouvido. Pois é, está em muitos lugares diferentes.

É difícil dizer que não temos nenhum contato com ela, entretanto, a relação do ser humano com a música também é variada. Muitos são apenas admiradores, outros são amantes e aprendizes, e há aqueles que nasceram para o som.

Se você é um amante da música e deseja entrar no ramo, deve primeiro fazer a escolha de qual instrumento mais lhe agrada. Alguns dos mais conhecidos são:

  • Cavaco;
  • Violão;
  • Bateria;
  • Guitarra;
  • Flauta;
  • Piano.

Há muitos outros instrumentos a serem explorados no meio musical, portanto é essencial que o iniciante experimente diferentes deles e entenda com qual se identifica mais.

Para isso, a aula ou curso daquele instrumento pode ajudá-lo a compreender este universo.

Além de desenvolver a habilidade em algum instrumento, quem quer começar na música pode trabalhar também o canto, e para isso deve procurar uma escola de musica que lhe conceda todas as orientações.

Para começar, uma aula de violão básico

Um dos instrumentos mais tocados, e também um dos mais versáteis, é o violão. O instrumento é base de muitos arranjos musicais e se torna chave para um bom músico.

Além disso, uma aula de violao basico pode fornecer ao aluno uma base musical que serve para o aprendizado de outros instrumentos também, como cavaquinho e o ukulele.

Ademais, essa habilidade desenvolve um senso instrumental e de ritmo, que faz com que o aluno seja cada vez mais autodidata e consiga reproduzir cifras apenas escutando-as.

Sendo assim, se você aprender como tocar um violão na aula, talvez não seja necessário nem mesmo fazer uma aula de cavaquinho.

Claro, se o seu interesse for mais específico, então vale a pena investir e se especializar no instrumento que deseja aprimorar.

Mesmo que a base do violão ajude bastante, existem cursos específicos de cada instrumento e uma escola de música que tenha o profissional da área.

Para aqueles que têm o desejo criar suas próprias músicas, aprender a tocar violão é essencial. Com ele em mãos e criatividade, é possível criar o que você quiser variando as notas e tons que aprendeu.

A duração dos cursos é bastante variada, uma vez que tudo depende do seu desenvolvimento, aprendizado, disposição e tempo de assimilação dos aprendizados.

Aos que gostam de desafio, uma aula de bateria

Assim como no instrumento acima, o curso de bateria para iniciantes é o passo número um para quem admira o instrumento.

Quem busca esse curso são, normalmente, os admiradores de rock’n’roll, mas não somente eles.

O som reproduzido pela bateria pode ser encaixado em muitos outros gêneros musicais, por isso ela também é vista como instrumento chave para a composição de uma boa banda.

A aula de bateria é um pouco mais complexa do que a de violão. Os movimentos ensinados não são tão automáticos. A amplitude dos movimentos também é bastante diferente e exige mais esforço físico.

Explore o mundo da música, sem medo

Os dois instrumentos citados estão entre os mais procurados pelos alunos. Entretanto, existem muitos outros, como mencionado acima.

É importante que o curioso busque um profissional da área para se consultar. Muitas vezes o seu gosto musical de ouvido não condiz com o instrumento que você lidará com mais habilidade.

Quando esse é o caso, não se preocupe, o mundo da música oferece muitas possibilidades e misturas que fazem dos gêneros tão especiais e presentes na vida das pessoas, seja dos leigos, amantes ou profissionais.

Não se esqueça que uma banda é feita por diferentes sons e que uma música é tocada com diferentes tons reproduzidos por diferentes instrumentos. Por isso, toque aquilo que lhe dá prazer e adapte suas cifras e tons ao seu gênero de preferência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *