Sem categoria

Networking na advocacia: Como inovar com o marketing do futuro nas pequenas empresas?

Muito se fala sobre relacionamento e relacionamentos comerciais, porém, o que poucos de nós sabem é que manter um ativo em um bom networking é essencial para o futuro do seu escritório, assim como para o futuro da sua carreira.

Apesar de não ser uma novidade, tanto na advocacia quanto no mercado mundial, o networking é tido como uma forma de inovar e conquistar novos patamares sociais e empresariais, e claro, tê-lo ativo e bem nutrido é uma das formas de decolar o seu negócio, desde um advogado iniciante, a um empresário de uma startup.

Apesar de sabermos um pouco sobre networking, aplicá-lo no cotidiano pode ser um pouco complexo para algumas pessoas, afinal, nem todos são sociáveis o suficiente para fazer contatos rápido, ou nem todos sabem como funciona um networking para mantê-lo ativo e nutrido.

Se você se identifica com o trecho acima, está no lugar certo pois neste artigo iremos te apresentar um pouco sobre networking e como ele impacta no futuro das pequenas empresas e escritórios de advocacia.

O que é networking na advocacia?

Networking é um termo derivado do inglês, onde a palavra “net” significa rede, e a palavra “work” significa trabalho, ou seja, networking significa rede de relacionamentos, ou rede de contatos.

Muito se tem a dizer sobre networking, onde, alguns dizem que se trata de conhecer pessoas e manter contato com as mesmas, assim como outros o interpretam apenas de forma profissional, enxergando o networking como uma oportunidade de crescer na carreira.

As duas formas a qual as pessoas se referem ao networking estão corretas, além do mais, networking na advocacia é uma série de ações desempenhadas em uma rede de contatos e relacionamentos estruturados entre pessoas com interesses em comum que beneficiam diversas partes.

Claro, uma pessoa com um bom networking tem oportunidades profissionais muito mais vantajosas do que pessoas que não mantêm um bom networking em sua vida e rotina.

Networking na advocacia, como fazer?

Existem muitas formas de fazer um bom networking, principalmente na advocacia. Apesar do meio jurídico ser muito competitivo para a maioria dos advogados, cultivar um bom relacionamento e semear um bom networking é uma grande chance para os advogados iniciantes no direito, assim como para pessoas que estão prestes a montar o seu próprio negócio.

Apesar de existirem formas de fazer um networking excepcional, a maioria das pessoas não sabe como fazê-lo, pensando nisso, separamos algumas dicas para você arrasar ao iniciar no networking.

Participe de eventos corporativos

Uma ótima oportunidade para que você faça contatos, se conecte e conheça novas pessoas por meio de eventos corporativos e reuniões, dessa forma você pode se aproximar de pessoas que compartilham os mesmos interesses que você, facilitando na hora de encontrar um assunto em comum.

Além disso, os eventos são uma oportunidade incrível para ser sociável, já que grande parte das pessoas se sentem mais abertas a conhecerem outras pessoas nesses eventos.

Mantenha seus contatos ativos

Quando pensamos em manter uma boa rede de contatos, não podemos nos esquecer de que um relacionamento não se mantém saudável apenas com um único diálogo em uma ocasião isolada, ou seja, você precisa se manter presente e fazer com que seus contatos se lembrem de você.

Deixe a sua rede sempre aquecida

O networking funciona como uma via de mão dupla, ou seja, é um toma lá dá cá. Você precisa manter a sua rede de contatos aquecida caso queira que esses contatos se lembrem de você quando aparecer alguma oportunidade vantajosa, mostre valor à eles e seja presente.

Essas são algumas dicas que com certeza te ajudarão a fazer um bom networking, lembrando que, para que você mantenha a sua rede de contatos bem nutrida, é necessário que você se conecte com essas pessoas e seja presente, tanto no digital, quanto particularmente para com essas pessoas.

Qual a diferença entre network e networking?

Apesar de serem palavras muito parecidas, elas possuem um significado um pouco diferentes uma da outra. 

Se você não sabia, network se refere a própria rede de contatos, ou seja, se refere aos contatos que você cultiva e nutre no decorrer da sua carreira e de sua vida.

Já a palavra networking se refere às ações e atividades desempenhadas dentro de uma rede de contatos.

Por que fazer networking na advocacia é importante?

Crescer na carreira é o sonho de qualquer profissional do direito ou qualquer pessoa ativa no mercado e, como o mercado de trabalho e o meio jurídico são meios completamente desafiadores e complexos de se manter ativo e sempre em frente, fazer bons contatos é essencial para qualquer profissional que se preze.

Se você já ouviu a frase “contatos abrem portas”, saiba que ela não poderia estar mais correta. Contatos realmente abrem e fecham portas, por isso é sempre bom se manter atento às ações e pessoas as quais você se conecta, já que um passo em falso pode ser crucial para a sua carreira e o seu negócio.

Conclusão

Chegamos ao fim de mais um artigo e espero que tenha gostado e entendido o intuito do mesmo. Se manter uma rede de contatos ativa possa parecer impossível para você, saiba que ela é necessária caso você queira conquistar novos patamares na vida e em sua carreira.

O importante é ser você mesmo, mostrar valor e fazer com que as pessoas se lembrem de você pelo que você é, e não somente pelo que você pode oferecer ou ganhar delas.

Agradeço por ter chegado até aqui e caso tenha ficado alguma dúvida, deixe um comentário. Obrigado e até logo! 


Esse conteúdo foi originalmente desenvolvido pela 3MIND Marketing e Tecnologia, uma empresa que transforma escritórios e advogados em experts para novos negócios jurídicos. De norte a sul, somos a maior empresa de Marketing Jurídico do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *