Limpeza

Pós-obra: dicas de como fazer uma limpeza eficiente

Obra! Palavra que para alguns significa uma grande alegria e para outros pode ser sinônimo de dor de cabeça.

A limpeza do pós-obra pode ser considerada essa tal “dor de cabeça”. A sujeira, os entulhos e resíduos vão dar um certo trabalho no final das contas. 

De um lado você fica feliz, pois tudo está pronto e reformado ou construído, no entanto, pode dar aquele desânimo para realizar a limpeza pós-obra

Mas, com uma certa organização e planejamento, esse trabalho pode ficar mais fácil do que você imagina.

Por isso, preparamos esse artigo para você que vai passar por esse processo de construção ou reforma.

5 dicas práticas para uma limpeza eficiente no pós-obra

Para evitar todo o cansaço com a limpeza no final da obra, algumas dicas podem fazer esse processo se tornar mais rápido, prático e menos cansativo.

Acompanhe os próximos tópicos e tire todas as suas dúvidas: 

1. Vá retirando o lixo e o entulho durante a obra

Parece uma dica boba, mas é muito importante. 

Não deixe para tirar todo o lixo acumulado apenas no fim da obra, vá fazendo isso aos poucos. Dessa forma, você não irá deixar a sujeira se acumular.

Primeiramente, defina onde será o lugar específico para deixar o lixo e os resíduos e, após cada dia, descarte-os de maneira correta.

Dessa maneira, você irá evitar tanto a sujeira, como já falado, quanto os montes de entulhos que, muitas vezes, atrapalham a circulação das pessoas pela obra, atrasando o serviço.

2. Planeje a limpeza por cômodos

Sim, é necessário limpar um cômodo de cada vez.

Isso é praticamente uma ideia motivacional. Quando você ver que um cômodo está limpo, se sentirá motivado a limpar o outro e assim sucessivamente

Mas, não dá para seguir essa dica por impulso e começar pela sala, por exemplo. Você deve escolher primeiro os cômodos mais necessários de serem utilizados, por exemplo, o banheiro e o quarto. 

Também é importante que esses cômodos tenham porta, para evitar que a sujeira dos outros locais voltem para os cômodos já limpos.

Para evitar isso, é preciso que após o cômodo limpo, você coloque um pano de limpeza molhado no pé da porta, fazendo uma espécie de “vedação” para que a sujeira não entre.

Assim, você evitará dores de cabeça por ter que limpar novamente um local que já estava limpo.

Confira algumas dicas pontuais para ajudar:

  • Recolha o lixo do cômodo;
  • Retire móveis e objetos para que você fique com o espaço amplo para a limpeza;
  • É importante limpar de cima para baixo, ou seja, teto, paredes e chão;
  • Utilize máscaras e luvas.

3. Comece pela sujeira mais grossa

Faça uma espécie de limpeza pós-obra seca. Retire o grosso, e só então passe para a próxima etapa.

Retire os restos de gesso, tinta, cimento. Depois passe um aspirador no ambiente todo e, então, jogue água nas janelas, bancadas e piso. 

Com o auxílio de um pano multiuso faça os retoques finais.

4. Utilize produtos adequados

Como falamos, é preciso planejamento. Antes da limpeza começar, compre os materiais necessários.

Você, com certeza, precisará de mais de um pano multiuso, pano de limpeza e estopa para o polimento, por exemplo.

Esteja atento a cada material dos móveis e pisos para não estragá-los. 

Os porcelanatos devem ser limpos com água e sabão neutro, já os rejuntes podem ser limpos com água sanitária ou bicarbonato de sódio.

O ideal é seguir as recomendações dos fabricantes.

5. Contrate ajuda profissional

Definitivamente, se você puder, contrate uma ajuda profissional.

Existem empresas especializadas em limpeza pós-obra. Contratando um profissional especializado no serviço, com certeza, será um pós-obra com uma limpeza mais eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *