AutomaçãoEquipamentosIndústria

Usinagem dentro da indústria

Usinagem

As empresas de usinagem em SP são bastante conhecidas dentro da indústria e não por menos, elas são muito importantes dentro de diversos segmentos, e isso por conta da fabricação de peças e máquinas.

A usinagem permite que peças e partes sejam feitas por diversos tipos de processos depois de fundidas e forjadas. A usinagem portanto consiste nos processos de cisalhamento que retiram material da peça e então dão forma.

Esses processos de usinagem americana servem para dar forma as peças e fazer outros processos como os de acabamento e obtenção de outras formas como roscas, saliências, furos e outros.

Esse processo é bastante conhecido da humanidade, porém, depois do surgimento do CNC, mais precisamente, máquinas CNC – Comando Numérico Computadorizado, esses processos se tornaram mais simples e muito mais precisos.

Esse texto vai tratar de diversos processos de usinagem de peças SP existentes dentro da indústria e quais são os materiais que podem ser usinados.

Processo de Usinagem

Um processo de usinagem constituem em todos os elementos que compões a fabricação de peças por meio da retirada de material de determinado material. A retirada do material é por meio do uso de ferramentas.

Essas ferramentas são constituídas de diversos elementos quase sempre com coeficientes de dureza e resistência superiores ao da peça que está sendo forjada.

As operações industriais de usinagem em Americana conferem a peça dimensões, forma e acabamento superficial, além da combinação de mais de uma dessas formas.

Materiais que podem ser usinados

Os materiais que podem ser usinados estão em dois grandes grupos, nas quais podemos falar dos metálicos e dos não metálicos.

Quase sempre os materiais usinados estão concentrados nos materiais metálicos como o ferro, o aço e também em ligas diferentes e especiais. É feito por um bloco metálico que ganham forma característica pela própria usinagem.

Já as peças não metálicas são usadas para usinarem lentes de contato como intra ou extraoculares e também CD’s.

Operações de usinagem

As empresas construtoras de galpões, as indústrias e outros setores que precisam de usinagem dependem das operações desse processo e podemos listar como:

  • Roscamento;
  • Mandrilhamento;
  • Afiação;
  • Aplainamento;
  • Brochamento e Brunimento;
  • Escareamento e trepanamento.

Iremos falar abaixo sobre algumas dessas operações e quais são suas principais características nos processos de fabricação.

1. Torneamento

O torneamento é o processo de usinagem mais usado e também uma das mais antigas operações de fabricação de peças. É um processo mecânico e que tenha como objetivo a obtenção de superfícies de revolução com ferramentas mono cortantes.

Esse processo é feito por uma ferramenta chamada torno mecânico, e a peça gira em volta de um eixo que pode ser medido e controlado.

Esse eixo desloca-se em uma trajetória. Essa ferramenta é usada em muitas empresas e muitas possuem galpão para alugar em Campinas e região com profissionais qualificados para mexer nesse tipo de equipamento.

O torneamento de uma peça pode ser tanto de forma retilínea como curvilínea.

2. Roscamento

Essa operação de usinagem consiste na produção de aberturas com um ou mais sulcos helicoidais.

Nessa operação a peça gira em uma delas enquanto a outra parte desloca-se simultaneamente por uma trajetória paralela ou então inclinada junto ao eixo.

3. Mandrilhamento

Assim como a operação de torno é um processo mecânico que usa diversas ferramentas de barra.

A peça ou a ferramenta gira e quando uma é usada para girar a outra se desloca simultaneamente, e tudo seguido conforme uma trajetória determinada.

4. Aplainamento

É uma operação de usinagem que tem como objetivo produzir superfícies regradas por meio de um movimento retilíneo tanto da peça como da ferramenta.

Esse tipo de operação é dividido em aplainamento de desbaste e também aplainamento de acabamento.

5. Brunimento

Essa operação de usinagem é mais usado como acabamento de furos. A ferramenta então opera em trajetórias helicoidais e toda a ferramenta entra em contrato com a peça. Essa operação consiste no deslocamento axial em movimento alternativo da peça.

Todas essas operação de usinagem são importantes para o desenvolvimento de peças e ferramentas adequadas para os processos de industriais, de forma que seus procedimentos sejam eficientes, e que as máquinas não parem de funcionar por falta de peças e ferramentas adequadas.

Assim o investimento em usinagem e nas suas operações são essenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *