DicasFabricaçãoProdutosProfissõesServiços

Indústria têxtil: a importância dos uniformes

Um dos setores industriais que mais crescem no país é o da indústria têxtil e confecção como um todo. Segundo dados da própria ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção), o Brasil é o maior país do mundo nessa área de produção.

De fato, essa indústria é bastante ampla e movimenta muitos nichos em torno de si. Entre eles, a extração de algodão e produção de fibras, a manufatura de peças propriamente ditas e, finalmente, o universo dos desfiles, showrooms e varejo.

Em termos técnicos, o significado básico de têxtil é “tecido”, ou malha feita de fios. Esse material está associado sobretudo à produção de roupas, mas também diz respeito aos seguintes segmentos:

  • O de lençóis;
  • O de cobertores;
  • O de sofás;
  • O de estofados;
  • O de calçados;
  • O de artesanato, etc.

A fibra que compõe a matéria-prima de todos esses produtos pode ser natural ou produzida pelo homem. No primeiro caso, ela advém da agricultura, no segundo, é sintética, desenvolvida em laboratórios.

Neste post, após entender um pouco mais sobre o ramo, veremos como o nicho de uniforme personalizado empresa foi radicalmente alterado pelo avanço das tecnologias têxteis mais recentes, especialmente no que diz respeito ao controle, identificação e segurança de funcionários.

Sobre a atividade têxtil

Embora as técnicas de confecção de roupas sejam bastante antigas na História, nas últimas décadas as transformações que esse setor enfrentou foram bastante amplas e significativas.

Hoje a indústria têxtil é um fenômeno global composto por vários negócios envolvidos no seu desenvolvimento, na sua produção e distribuição de peças. Também a sua complexidade aumentou bastante.

Como dito acima, a atividade têxtil começa na agricultura. Assim, ela atua nas seguintes frentes:

  • A da criação de ovelhas;
  • A da criação de bichos-da-seda;
  • A da mineração de metais;
  • A da confecção de acessórios;
  • A da produção das fibras;
  • A da distribuição, etc.

A sua produção inclui processos de fiações, de tecelagens, de fábricas de tricô, de moinhos de tingimento e afins. Além disso, todas as empresas que vendem botões, zíperes, máquinas de costura e suprimentos estão relacionadas a esse setor.

Qual o papel dos uniformes sociais?

O supracitado setor de camisa social para empresa é um dos que movem a indústria têxtil. Já houve uma época em que se discutiu a importância do uso dos uniformes dentro de uma corporação.

Hoje suas vantagens são indiscutíveis. Aquilo que pode parecer uma quebra da identidade dos funcionários, na verdade é uma padronização bastante virtuosa, que tende a reforçar a cultura da marca, refletir a imagem da empresa e criar um ambiente mais organizado, centrado e até mesmo igualitário.

A capacidade que o uniforme tem de fazer todos se sentirem parte do mesmo esforço é bastante grande e tende a aumentar a produtividade dos funcionários como um todo.

Além disso, o uniforme mitiga os problemas secundários como o estilo de roupa que cada um utilizaria, além de facilitar o dia a dia em termos práticos e gerar até mesmo economia para os colaboradores.

Hoje a linha de uniforme social do mercado inclui os seguintes itens principais:

  • Os jalecos;
  • As jaquetas;
  • As calças personalizadas;
  • As camisas personalizadas;
  • Os blazers;
  • As gravatas;
  • As saias, etc.

Conforme ficará claro adiante, essas vantagens e benefícios da customização do vestuário são importantes sobretudo no comércio em geral, que lida com o varejo e um número grande de clientes e visitantes.

Garantindo identificação e segurança

Todo mundo já passou pela situação desagradável de chegar a uma loja e não saber a quem exatamente dirigir-se em busca de instruções e tirada de dúvidas. Esse é um dos problemas que poderia ser facilmente resolvido com o uso de uniformes.

Nesse tocante, uma simples calça para uniforme já pode ser significativa. É o caso de uma marca que tem cores fortes como parte de sua identidade visual, de tal modo que ao ver uma peça de roupa naquele tom de amarelo, vermelho ou verde, a clientela já identifica tratar-se de algum colaborador.

Isso é sinônimo de padronização e eficiência, tanto que costuma ocorrer de modo especial em grandes redes de varejo, em que tudo (processos, sistemas, softwares, etc.) é uniformizado e não apenas o vestuário.

Outro aspecto importante dos uniformes é o da segurança. Aqui, trata-se da roupa de operários que atuam em atividades consideradas de grande risco, tais como:

  • Construção civil;
  • Eletricidade;
  • Petrolíferas;
  • Setores químicos;
  • Metalúrgias, etc.

Pensando nisso, a própria ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) emitiu algumas normas e diretrizes que regulam o uso desse tipo de vestuário. A mais famosa é a NBR 15778, de 2009, que lida com roupas profissionais e uniformes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *